MATÉRIAS

domingo, 23 de fevereiro de 2014

FATIMA ZIEGLER COMO MESTRE DE CERIMÔNIAS

O profissional deve sempre ter um curso de Oratória, boa dicção, fluência verbal perfeita para exercer a função de Mestre de Cerimônias.

Receber o roteiro com 48 hs  antes do evento. 

Fazer toda a conferência no texto e, principalmente, analisar e repetir todos os nomes das pessoas que estarão presentes e que farão parte da Mesa de Honra ou que serão agraciados.

São dicas fundamentais para a plena execução dessa tarefa.

Ser discreto.

Manter-se isento aos sentimentos.

Não se envolver com os acontecimentos.

Não demonstrar a sua preferência.

Não aplaudir.

Não gargalhar.

Não gesticular.

Apenas alguns dos inúmeros detalhes para essa brilhante missão.














sábado, 22 de fevereiro de 2014

CASAMENTO MILITAR


Essa semana conversei com o Comandante Chefe do Cerimonial Militar – Brasília - e perguntei se houve alguma alteração no RUMB - Regulamento de Uniformes - quanto ao uso das luvas para o Oficial armado com espada.

Ele me perguntou o motivo da pergunta, e eu informei que estou vendo inúmeros casamentos de Oficiais Superiores cansando-se ou participando do teto de aço sem que as mãos estejam calçadas com as luvas.

É claro que ele ficou imensamente surpreso com essa informação e respondeu que nada mudou no regulamento e que esse acessório é extremamente “obrigatório” quando o Militar estiver armado com espada e que, só poderá descalçar aos mãos, quando retirar o “talim” e a espada.

É importante que os Cerimonialistas informem claramente aos seus Noivos Militares, para que eles não sejam seriamente prejudicados ou punidos sem necessidade.

Outra informação importante é que não se faz teto de flores e muito menos teto de chapéu, o nome é claro: “teto de aço”.

Fica a dica.

Fatima Ziegler
Cerimonialista e Professora de Etiqueta e Postura
21 - 22342943 / 987263276





UNIFORME PARA  CERIMONIALISTAS E RECEPCIONISTAS


(Eventos Sociais) 

O uniforme deve ser preto em todas as ocasiões. 

Temos que entrar e sair invisíveis. 

Como diz o meu Mestre, temos que mostrar uma sofisticação silenciosa. 

O Uniforme deverá seguir as normas do comprimento que não pode ser curto demais, para dar mais mobilidade e conforto à profissional e com o tamanho correto para não ficar apertado, tomando sempre o cuidado para que esteja no tamanho adequado e confortável.

Caso seja um casamento na praia, poderá fazer a opção de um traje mais claro, sem exagerar nos florais e nos decotes avantajados e até fazer uso das sapatilhas.

De preferência, em qualquer situação, sem BOLSINHAS atravessadas no traje e no corpo. 

Eu sempre me movimentei e sempre tive todos os objetos necessários para uma emergência e tudo ficava guardado em minha mala do cerimonial sem precisar estar pendurado em meu corpo. 

Outro dia eu vi diversas Cerimonialistas em fotos, com aquela toalhinha pendurada na lateral do corpo para secar suor. 

A minha preferência sempre foi o tailleur para toda a equipe, mas reconheço e aprovo o uso do terninho, que também fica elegante. 

A calça legging para uniforme não é indicada em nenhuma ocasião.

Sem chances!!! 

Para Eventos Corporativos, quem irá determinar o uniforme será o Contratante.





quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

NÃO ATRASE

A pontualidade é um dever de todos. 

É importante compreender que o tempo é dinheiro. 

É natural que tenhamos imprevistos, mas cuidado com as desculpas do trânsito (sabemos que ele está péssimo) saiam com antecedência para evitar essas desculpas e qualquer desconforto. 

Caso aconteça algum imprevisto, ligue para as pessoas envolvidas em seu compromisso e informe a verdadeira situação.

Não invente desculpas, todas já são bem conhecidas. 

Mantenha a elegância não permitindo que nada arranhe o seu perfil de brilhante empreendedor.

A vida não é como na escola que se ganha estrelinhas douradas todas as vezes que fazemos o que é certo. 

O tempo passou e agora temos sempre que agir corretamente. 






sábado, 15 de fevereiro de 2014

O TERROR DA GRAVATA

A falta de orientação adequada para os Noivos no momento em que eles pensam em passar a gravata no Casamento (estou comentando quando eles começam a pensar nessa hipótese) temos o dever de comentar com eles o que acontece nos bastidores do evento, pois sabemos exatamente tudo sobre esse termômetro da situação, além da audição plena para os comentários desagradáveis e para os olhares dos convidados no momento que começa a ser montado o cenário das bandejas, dos amigos engraçados e do cinegrafista atento para focar o rosto daqueles que irão contribuir com o dinheiro e daqueles que não irão contribuir com nada. 

Não consigo nem imaginar em que momento essa cena entrará no vídeo do casamento, porque não tem a menor graça, a não ser um sentimento de plena vergonha das famílias, sem esquecer de comentar as Vaquinhas, os Porquinhos gigantes e as máquinas de cartão de crédito...

Por que os noivos não pensam em tudo isso quando estão fazendo a planilha de gastos do casamento sobre uma reserva desse valor para curtir na lua de mel, sem precisar chegar a esse ponto humilhante como se estivesse passando o chapéu? 

O convidado tem gastos com presentes, com os trajes, cabelo, maquiagem e ainda tem que levar valores para contribuir com a caixinha dos Noivos. 

Quando coloco a situação claramente para vocês, é para que sintam o quanto tudo isso é desagradável. 

É deselegante? Claro que é. 

Os sentimentos que rolam na atmosfera da recepção são todos esses relacionados abaixo, quando poderiam ser evitados por uma Assessoria de qualidade. 

Vale a pena fazer um lindo evento e pecar em uma situação como essa? 

Certamente que não vale a pena. 

Quanto as cotas de lua de mel, esse assunto será o próximo em uma outra ocasião, pois ainda consegue superar a deselegância da gravata, caso não saibam passar essa informação de uma maneira carinhosa (se é que existe isso). 



quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

AGRADECIMENTO DE UM SUPER DJ JR. MORENNO


Olá Amigos! 

Hoje gostaria de compartilhar com vcs uma marca que alcancei com muita alegria.

Nesta data, completo 10 anos, nessa nova fase (terceira) como DJ de eventos sociais.

Conduzido (mais uma vez) pelo meu amigo, irmão e sócio Marcelo Lyrio, cheguei a empresa Sérgio Afonso para dar continuidade ao seu trabalho. 

Fui muito bem recebido e orientado, no mundo que pra mim, naquele momento, era todo de novidades. 

Em uma sexta-feira, 13 de fevereiro de 2004, cheguei à casa de festas Quinta do Chapecó para compor a equipe de uma festa de 15 anos. 

O cerimonial era de ninguém menos que Fatima Ziegler Etiqueta Boas Maneiras e seu timaço. 

Fui tratado com toda a firmeza, gentileza, rigor e profissionalismo que lhe são característicos. 

A partir daí, pude mostrar meu trabalho em alguns dos melhores espaços da cidade, mas sempre fixando “residência” (termo adaptado para eventos sociais) nas casas de festas Quinta Do Chapecó e Costa Do Sol Eventos

Sou muito grato também aos cerimoniais Maria Clara Vasconcelos, cada uma com seu estilo, contribuíram e muito naquela fase da caminhada que seguiria até o ano de 2007 quando começo a caminhar com a Oba'dia Som e Iluminação - sorte devida e agradecida ao DJ Leonardo Makka, padrinho na apresentação e a Abraham Obadia e sua equipe que me receberam muito bem e me lapidaram na sua política e perfil de enorme profissionalismo. 

Ao sucesso desse momento, não posso deixar de agradecer também à Daniela Siani que sempre apostou em mim e com quem realizei festas maravilhosas. 

O resto da história alguns de vcs já sabem.

Fico muito feliz pelos saldos positivos dessa curta caminhada, os muitos amigos e os cargos de Coordenador artístico da Oba'dia e do Clube Ginastico Portugues.

Espero poder contar com vcs para dar continuade a essa tão agradável jornada, agradeço tb aos clientes por me confiarem seus momentos mais especiais (alguns deles já se tornaram meus amigos) e desde já convido a todos para os próximos dez anos.

Agradecimentos mais do que especiais à Adria Braga, Edilson Costa, Marcelo Lyrio, Claudinho Sabão, Andre Alpi, Claudio Marusca Fotografia que me acompanharam desde os primeiros dias dessa nova fase (alguns desses aí até antes disso).

Sintam-se todos beijados e até logo!



quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

ETIQUETA E POSTURA

O conhecimento é muito importante.

Tenho esperança de que um dia eles aprenderão a brindar. 

É tão fácil ser naturalmente elegante, principalmente quando se está em evidência. 

Lamentável essa foto. 

Chefes de Estado sem a menor noção da elegância diante de um simples brinde. 

Espero, no entanto, que eles não tenham completado a cena com um terrível "tin tin". 





segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014


A ETIQUETA E A POSTURA EMPRESARIAL

Quando foi que esquecemos os nossos direitos?

Na sexta feira vivi incríveis situações com a falta de qualidade no atendimento, superando a falta de respeito encostando na falta de educação. 

Pensei muito para tentar compreender em que momento nós nos perdemos ou em qual estabelecimento estão ensinando que esse é o comportamento correto. 

A surpresa maior é que tudo isso está sendo considerado normal. 

Sinto que os atendentes acham que aquela atitude já é suficiente e pronto. 

Primeiro Ato: 

Entrei em uma loja de decoração para fazer algumas compras para a minha casa e saí sem nada comprar, porque uma vendedora estava ao telefone conversando sobre o churrasco do final de semana e nem se movimentou e a outra estava retirando os pelos da sobrancelha e da mesma forma ficou sem a menor emoção. 

Segundo Ato:

Entrei em outra loja muito interessante e sofisticada de vestidos e amei um vestido em renda gripir. 

Só tinha tamanho P e manifestei o desejo de comprá-lo em outro tamanho e logo recebi um cartão para que EU mesma procurasse o vestido em outras lojas. 

Fiquei roxa...

Terceiro Ato:

Entrei na Livraria Saraiva para fazer um lanche, sentei nos bancos mais altos no balcão entre duas Senhoras. 

A do meu lado direito pediu um Capuccino e a atendente foi providenciar e colocou sobre uma bancada e uma outra atendente pegou o cardápio e colocou sobre a xícara da cliente que exclamou: "Nossa, que chato, você colocou o cardápio sobre a minha xícara?" e teve como resposta: "Qual o problema? Não tem nada a ver isso. Veja que eu posso colocá-los por diversas vezes". 

E o fez por mais três vezes, colocando o cardápio sobre a xícara da cliente, como se fosse um absurdo reclamar os seus direitos. 

Imaginem só, algo que passa nas mãos de todos, colocar sobre o local que irá para a boca da cliente que se sentiu humilhada. 

Sabemos que isso até acontece fora dos nossos olhos, mas ali estava na frente da cliente. 

Quarto Ato: 

Sou cliente fidelidade da Folic, até por causa dos vestidos que são um pouco mais interessantes para as Palestras. 

Logo que manifestei o desejo de apertar algumas peças, fui informada para me dirigir ao quarto piso que tem uma empresa que faz esse trabalho, cobrando é claro. 

Fiquei pasmada, surpresa e decepcionada. 

Perguntei: Por que razão vocês não podem fazer esse trabalho, já que sempre fizeram os apertos dentro dos valores e eu sou fiel a vocês? 

Como resposta tive a informação que eles estão muito ocupados com o lançamento da nova coleção (??!!) 

Como assim?

É isso aí amigos, tudo está esquisito demais.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

A PORTA DA IGREJA

Você conhece uma Igreja, se apaixona e escolhe para que ela faça parte da sua história.

Tudo começa a tomar forma, cores, perfumes, iluminação, organização, música, padrinhos, crianças, convidados, entre tantos outros itens que estarão presentes nesse momento. 

Comento sempre com vocês para olharem a foto por completo, analisando plenamente cada detalhe e não apenas vendo rapidamente a foto como outra qualquer. 

Quando posicionei a Noiva Fernanda Garcone apenas atrás da porta de ferro da Igreja São Francisco de Paula eu corria um grande risco de não ser o ideal, já que todos os profissionais fecham a grande porta de madeira, mas eu não desejava isso, ao contrário de todos, eu desejava que ela visse tudo que estava acontecendo e que, desde então, já começasse a entrar no clima da verdadeira emoção. 

A construção deste templo foi iniciada em 1759 e o requinte de detalhes dessa porta é incrivelmente rico. 

Pois bem, no momento que a Noiva cruzasse essa porta a sua vida não seria a mesma. 

Ao virar no altar para a saída, o mesmo caminho seria percorrido de forma diferente. 

Ela voltaria casada ao lado de Adriano Nunes Pereira formando uma outra família.

Sou emotiva e coloco sempre esse sentimento em meus trabalhos. 

Fatima Ziegler 

Cerimonialista de coração e emoção 

21. 22342943 / 987263276 




sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

UMA  RASTEIRA NA ELEGÂNCIA

Quando pensamos que tudo de péssimo gosto em Casamento já foi criado e esgotado nas imaginações dos profissionais, deparamos com uma Feira em São Paulo lançando uma gravata personalizada com as fotos do Casal. 

S O C O R R O !!!! 

Ultrapassou o limite do bom senso. 



segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

A MAIOR CONVENÇÃO DO ANO


A Convenção dos Cerimonialistas e Mestres de Cerimônias do Brasil – Ano IV está no ar! No WWW.portaldocerimonial.com.br

E junto com ela, a nossa expectativa mais positiva para que se constitua, uma vez mais, no principal Evento das categorias no País.

A nossa parte foi feita!

Os temas mais impactantes aliados aos melhores palestrantes e sob os principais cenários da Capital Federal.

Caberá as centenas de colegas de todo o Brasil o reconhecimento e prestígio como nos anos anteriores.

E assim nossa missão estará cumprida, e da forma mais circunstancial!

Porque a Convenção dos Cerimonialistas e Mestres de Cerimônias do Brasil é de todo o setor que acredita no Cerimonial e no Protocolo como ferramenta inconteste da agregação humana!

Solicito, aos que puderem contribuir, que postem em suas páginas de facebook – foto de capa - a identidade do Evento, conforme anexo.

E difundam em seus sites, blogs e demais redes sociais.

E obrigado, desde já, e mais uma vez, afinal, vocês fazem a Convenção dos Cerimonialistas e Mestres de Cerimônias do Brasil – Ano IV!

Um abraço do

Professor Marcelo Pinheiro

Presidente da Convenção dos Cerimonialistas e Mestres de Cerimônias do Brasil


domingo, 2 de fevereiro de 2014

ESQUEÇA O "MUITO PRAZER"

O que falar sobre a Razão e a Emoção quando você depara com um público que nem cumprimentar sabe.

Fico surpresa todas as vezes que "ainda" encontro o "muito prazer" que está superado no mundo corporativo enobrecendo o que está em desuso no mundo social.

Certamente muitas surpresas surgirão diante desse comentário, principalmente a tradicional frase: Mas nos Estados Unidos é tão usado...

Lamento tudo isso quando se mantém o desgaste da imagem se esquecendo do inovador, do elegante e do afável pela falta de conhecimento. 

Vamos arrumar um tempinho para uma atualização e não ceder espaços para uma sequência de ações sem planejamento. 

A falta de conhecimento poderá aniquilar um grande negócio. 

Sempre os famosos "beijinhos" chegam primeiro e não são bem recebidos, causando surpresas pelas grandes Empresas e, principalmente, pelos estrangeiros. 

Arranhões sem cicatrização.

Fica a Dica. 

Fatima Ziegler

Professora de Protocolo e Boas Maneiras 

21 - 22342943 / 987263276