MATÉRIAS

sábado, 4 de agosto de 2018

O QUE HOUVE COM VOCÊ?

Após receber diversos pedidos para falar sobre esse assunto, hoje eu parei e refleti sobre o absurdo que chegou a mão de obra prestada nos eventos de Casamento.

Adoraria saber as razões diante de tamanha “falta de respeito" com os Noivos e com os seus familiares.

Será que a ganância subiu a cabeça?

Claro que não. Porque estão vendendo os serviços a preço de chuchu.

Será que se acha uma estrela?

Certamente não é. Pois já contamos alguns anos que não nascem estrelas nesse segmento.

O que é então?

O ignorante afirma.

O sábio duvida.

O sensato reflete.

Fiquei assustada com as pessoas narrando situações que presenciaram e que ficaram muito assustadas diante do alto nível da falta de respeito dos Cerimonialistas com os Noivos, com os Pais dos Noivos e até com as avós dos Noivos.

Em que momento eu perdi o fio do bom senso do ser humano?

Você acha que esse comportamento não será repassado para o púbico ou você tem a pretensão de que o seu ofício terá uma vida longa?

Ledo engano!

Quando a arrogância entra pela porta principal, a sensatez foge pela porta dos fundos.

As famílias estão fazendo comentários a respeito do imenso descontentamento diante da forma grosseira do tratamento recebido.

Compreendo que alguns clientes não são sempre elegantes, mas, quanto a nós, sempre teremos que pesar a ansiedade, o nervosismo, a tensão e a forte emoção que envolvem os clientes naquele momento, no entanto, quanto a nós, sempre teremos que estar preparados para encarar tudo isso com uma dignidade acima do respeito.

Humildade e sensatez constituem um poderoso avanço na realização dos nossos deveres, se você não aprende isso nos erros da escola da vida, um dia você pára até de pensar...

Pense nas flechas lançadas injustamente.

Reflita sobre as suas atitudes.

Dê um tempo.

Pense bem e recomece do zero, pois se está perdendo o controle emocional, não existirá jamais chance de exercer a digna função de CERIMONIALISTA.

Professora de Cerimonial Social.
Protocolo Etiqueta e Postura.
21 - 22342943 / 987263276
e-mail-fatimaziegler@outlook.com

ISSO É SENSATEZ 

Teremos que ter prudência ao tratar de assuntos que envolvem o nosso ofício. 

Coloque em prática o óbvio (quando não há nenhum questionamento) diante dos produtos que estarão envolvidos no evento, quantos aos fornecedores e as situações que forem criadas pelos clientes. 

Haverá no evento 1000 velas. 

Quem irá acendê-las? 

O fornecedor das velas é quem irá acender e irá recolher ao final do evento. 

Quem irá pegar o buquê da Noiva? 

O profissional escolhido pelo cliente deverá levar o buquê até a Noiva ou ela própria deverá pegá-lo para confirmar que nada estará errado. 

Nenhuma outra pessoa deverá levar o produto para não “ouvir” lamentos da Noiva quanto ao formato escolhido ou as flores erradas ou murchas. 

O responsável responderá pelos seus atos e fará os acertos necessários. 

Foram alugadas 50 toalhas. Quem irá cobrir as mesas e recolher ao final do evento? 

Será a pessoa que ganhou para alugar as toalhas. 

Resumindo este artigo: Cada profissional será responsável pelos seus contratos, pois foi para isso que receberam o merecido valor para executá-los com empenho e qualidade. 

Quem pensar que o Cerimonialista é responsável por todos os contratos fechados pelo cliente, estará equivocado. 

Será obrigação do Cerimonialista se responsabilizar apenas pelos contratos firmados quando o cliente contratar os serviços de Assessoria Completa do Casamento.

Fatima Ziegler
21 - 22342943 / 987263276
e-mail: fatimaziegler@outlook.com

segunda-feira, 16 de julho de 2018

MARKETING PESSOAL

É IMPORTANTE FALAR

MENOS E OUVIR MAIS

COM FATIMA ZIEGLER

PROFESSORA DE 

ETIQUETA E POSTURA

Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.
ARTIGO ESCRITO POR FATIMA ZIEGLER.

Para compartilhar mantenha os créditos com o nome.


MERCADO DEVASTADO.

Nos trinta anos da minha carreira, comecei, recentemente, a comparar as mudanças que ocorreram no mercado de Eventos Sociais.

Sinceramente, eu não consigo compreender as destrutivas alterações entre o certo, o errado e o absurdo.

Comecei na ocasião que atuavam grandes profissionais como a renomada e clássica Cerimonialista Helena Brito Cunha, entre diversos outros brilhantes profissionais que trabalhavam com requinte, respeito e protocolo, sem sair da linha da ética.

Lembro-me quando eu dei os primeiros passos, sem saber nada sobre o assunto, mas com muita garra de aprender com os melhores.

Uma amiga perguntou se eu gostaria de conhecer o trabalho da querida profissional Eni Camanho.

Parece que ainda estou vendo tudo diante dos meus olhos.

A beleza das pratarias, entre as mesas postas para o jantar à francesa, tudo estava lindo e dentro de um ambiente envolvido com as belas toalhas em organdi – engomadas e bordadas – jogos de luzes perfeitos, enfim, era um conto de fadas, um cenário para ser guardado por toda a vida.

Eni Camanho, sempre trabalhou com muito requinte.

Todos que me conhecem, sabem que eu não faço produção de eventos, nasci para ser Cerimonialista, e foi para isso que estudei muito, dentro e fora do país.

Sou muito feliz com a carreira escolhida e com o caminho que hoje percorro, transmitindo conhecimentos, falando sobre os erros, os acertos e tudo aquilo que eu tanto precisava aprender quando eu comecei, mas que não existiam Cursos.

Hoje, comparando as mudanças, fico desapontada com que é oferecido e executado a preço de chuchu (barato e sem graça).

Lamento que o nosso ofício tenha se tornado um bico, tendo como especialistas pessoas sem a menor condição para exercer o “mínimo” que a profissão requer.

O poder das redes sociais é tornar poderoso o que nada vale.

As mentiras diante dos falsos talentos são enormes, assumindo fotos e trabalhos de quem tem talento.

Não tem como o cliente avaliar as flechas lançadas. Só depois que são envenenados por elas é que se dão conta do prejuízo e da ruína dos sonhos.

E aí? Será tarde demais.

Leio comentários.

Vejo fotos.

Observo os detalhes dos trabalhos realizados, e posso afirmar que é uma vergonha.

O que tanto me surpreende, é que são exatamente as pessoas (não são poucas) que não têm um trabalho correto (quando falo em correto não falo em luxo) que adoram dar “palpites grosseiros” nas redes sociais.

A intromissão deve ser analisada antes de ser postada, pois é a sua imagem que está em jogo.

Ninguém é autorizado a se intrometer sem ser solicitado. A sugestão positiva é bem-vinda, mas a negativa deverá ser guardada dentro da sua caixinha.

Quanto à qualidade da linguagem verbal, posso acentuar que está em desuso.

Terminando o meu raciocínio a respeito de um mercado desconstruído, acrescento a péssima postura das equipes, assim como: Alguns Cerimonialistas entrando com a Noiva.

Os uniformes desencontrados.

Os profissionais bebendo nos eventos com o registro de fotografias.

Dançando a melodia da “boquinha da garrafa” exatamente no meio da pista de dança.

Vou ficar por aqui para que sobrem mais assuntos para outro artigo.

Quanta saudade de um tempo em que ser profissional era compreender o mérito de todos!

Fátima Ziegler Ziegler Dore
Professora de Protocolo Etiqueta e Postura
Professora de Cerimonial.
Professora de Marketing Pessoal.
#fatimaziegleradoromeutrabalho
ETIQUETA NAS REDES SOCIAIS

COMPORTAMENTO NAS REDES SOCIAIS

COMPORTAMENTO E BOAS  MANEIRAS

ENTREVISTA COM A PROFESSORA

FATIMA ZIEGLER

Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.


Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.

Fatima Ziegler
Treinadora Empresarial
21 - 22342943 / 987263276
E-mail: fatimaziegler@outlook.com

sexta-feira, 6 de julho de 2018


ESSA É FATIMA ZIEGLER

PALESTRANTE

PROFESSORA

CONSULTORA

E CONGRESSISTA

Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.

EM JUNHO DE 2018

NO BRASIL - SÃO PAULO - 

O CONGRESSO DO CAES FOI UM

 VERDADEIRO SUCESSO.

Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.

A RENOMADA PROFESSORA E 

PALESTRANTE 

FATIMA ZIEGLER

ABORDOU O ASSUNTO:

 "" ÉTICA ""

Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.


TUDO QUE ESTÁ EM DESUSO,

O QUE EU QUERO, MAS NÃO POSSO.

O QUE EU POSSO, MAS NÃO DEVO.

PARECE QUE O MUNDO ESTÁ

VIRADO AO CONTRÁRIO

QUANDO ABORDAMOS

ESSE ASSUNTO.

Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.
A PROFESSORA E PALESTRANTE

FATIMA ZIEGLER

QUE ABORDA

POSTURA NAS REDES SOCIAIS

MARKETING PESSOAL

ETIQUETA E POSTURA CORPORATIVA

AO LADO DE

Carlos Koji Takahashi

CHEFE DO GABINETE DO 

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA

Foto de Fátima Ziegler Ziegler Dore.


FATIMA ZIEGLER
21 - 22342943 / 987263276