MATÉRIAS

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017



RIO DE JANEIRO - RJ - 
28 DE MARÇO - TERÇA FEIRA

Horário: 10h às 19h


ETIQUETA E POSTURA CORPORATIVA E SOCIAL.

Estou muito tranquila quanto a esse curso e desejo tranquilizá-los.


Valor simbólico de R$300,00 (trezentos reais).

O local é lindo demais.

Um Hotel cinco estrelas maravilhoso.

Um visual incrível.

E teremos um dia encantador.

É um valor reduzido porque estou com alguns Patrocinadores.

O meu sonho é dar oportunidade para que as pessoas aprendam.

Venha qualificar a sua linguagem verbal e a sua postura.

A sua imagem reflete na sua Empresa.

Invista em você e em seus projetos.

Fátima Ziegler Ziegler Dore
Professora de Etiqueta e Postura.
Professora de Cerimonial Social.
Informações: fatimaziegler@outlook.com




CERIMONIALISTA TABAJARA.

Acabaram-se os seus problemas.

Basta fazer um curso com Flanelinha.

Ficar sobre o altar, apenas dando as ordens:

Vem, vem, vem.

Para a direita

Para a esquerda

Desfaz

Deixa solto...

Valeu !!

Por apena 399, Cerimonialista Tabajara.

Soube de alguns casos como esse que estão no mercado.

No Rio de Janeiro tem uma que fica no altar só comandando a manobra.

Vergonha total.

Fatima Ziegler
Professora de Cerimonial Social

terça-feira, 10 de janeiro de 2017


A SUA EMPRESA É O SINÔNIMO 
DO SEU TRAJE


Respeito a sua opinião e estou aqui colocando a minha, espero que ela também seja respeitada.

Dúvidas de Profissionais: Fotógrafos, Cinegrafistas, Mães e Noivas.

Hoje madrinhas acham que preto, marfim e branco estão em alta, afirmando que não podem usar outra cor.

O que se fazer?

Essas cores não estão em alta, ao contrário, temos uma paleta de cores lindíssimas para cada estação, que estarão sempre dentro das melhores e das mais belas opções.

O que deve ser fortemente avaliado é a cor da pele da pessoa, é o manequim e a cor dos cabelos.

Compreendendo que a estação do ano também deve ser avaliada com prudência e sensatez.

Volto a falar que a “cultura” de cada país tem que ser analisada. Não é ficar pesquisando os casamentos americanos, vendo as madrinhas de preto e achar que isso seja lindo, que o mesmo irá funcionar nos casamentos brasileiros.

Mas se as mães e madrinhas insistirem?

Nessa situação não cabe ao cerimonial impedir.

Tudo que os Noivos sonham é plenamente possível (dentro de certos limites).

É indispensável conhecer a cultura do seu país e não se arrepender futuramente quando olhar as fotos. Aliás, arrependimentos acontecem com muita frequência.

Usar o branco e o marfim no altar só pode ser uma brincadeira de mau gosto ou uma forma de afrontar a noiva. Porém, caso ela (a Noiva) queira, libere.

Se houvesse discernimento e tudo que fosse visto nas publicações mundiais fosse colocado em prática, como seria o respeito às Culturas Chinesa, Japonesa, Judaica ou Muçulmana?

Nessas ocasiões, será que um Cerimonial do tipo “tudo pode e nada sei” iria colocar a Noiva sem ser de vermelho?

Deixaria a Noiva entrar sem o rosto coberto?

Certamente que esse profissional nem chegaria perto dessas famílias para falar sobre Casamento, uma vez que certos clientes não abrem mão de suas tradições. Estamos falando sobre doutrina, aptidão, destreza, ponderação e prudência.

Eu poderia ser breve e responder apenas “sim ou não” mas achei interessante prolongar um pouco mais esse assunto.

O mesmo eu posso comentar sobre as centenas de perguntas com relação aos uniformes das Recepcionistas, Cerimonialistas e Fotógrafos.

Não é por ser Brasil, país quente, clima tropical, que podemos usar um arco íris como uniforme ou podemos chegar largados do clássico (regras fundamentais de um casamento).

Aquela informação: a Noiva sabe e autorizou o meu traje.

O que vocês gostariam que a Noiva respondesse?

Já fecharam o contrato e já está tudo acertado com os clientes. Não é hora de se discutir o traje.

Você pode mas não deve.

Você deseja mas não pode.

Limitem-se ao preto com modelos mais frescos e adequados ao calor.

Não estou incentivando os terninhos pretos no casamento na praia, no campo ou na floresta, mas para esses locais poderá ser usado um vestido tubinho com uma sapatilha elegante (será que existe essa sapatilha? rsrs).

Esqueçam os lenços de mil cores diferentes que alguns profissionais tentam combinar com a gravata dos rapazes (ou com a cor da festa).

Alguns profissionais estão usando flor na lapela e até lenços amarrados no pescoço ou na cintura. Tudo isso é desnecessário. Não é isso que nos qualifica. Somos diferenciados por nosso silencioso talento e pelo sucesso que o evento alcançará.

Alguns detalhes que são corretos para uniformes:

. Saias na altura dos joelhos;
. Saias com fenda atrás;
. Vestidos com fenda atrás;
. Vestidos, calças e saias poderão ser mais largos após o quadril, dependendo do manequim de cada pessoa;
. Saias ou vestidos poderão ter um comprimento maior na parte de trás, para facilitar os movimentos;

O que houve com aqueles cinegrafistas, fotógrafos, cerimoniais, enfim, todos os profissionais que se trajavam com alto requinte, que eram marcados através de elogios dentro do mercado e pela qualidade da apresentação e dos serviços prestados?

Foi a modernidade que chegou aceleradamente?

Foi a maneira “despojada”? (o “não ligar para a opinião alheia”?).

O clássico terno ainda está sendo solicitado.

Vocês estão exatamente na frente dos olhares de todos os convidados, que prestam atenção a todo e cada detalhe do altar.

Particularmente eu já vi “cofrinho” de profissionais ao abaixarem-se.

Eu tenho a foto de um fotógrafo que a cueca dele ficou totalmente para fora das calças que o Padre parou a celebração para apreciar o absurdo. É claro que todos riram.

Lembrem-se de que, enquanto uns fotografam, os outros filmam, e isso compromete todo o trabalho.

Sei que diversas pessoas ficam chateadas com essa minha colocação porque informam que o traje atrapalha e limita os movimentos. Eu discordo.

É importante não deixar de falar sobre esse assunto, pois cada vez está tornando-se normal vestir-se mal para trabalhar.

Você representa a sua Empresa.

O seu cartão de visitas começa pela sua atitude.

Professora de Etiqueta e Postura.
Professora de Cerimonial Social.


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e sapatos



Um momento emocionante que eu desejo dividir com meus alunos e amigos.

Vocês sabem que eu ganhei uma viagem de Navio com o meu marido, para comemorarmos os nossos 30 anos de casamento.

No restaurante as mesas eram separadas por famílias.

No segundo dia de nossa viagem, estávamos no Restaurante almoçando e me chamou a atenção à chegada de um casal, e eu comecei a prestar a atenção neles.

Sempre de mãos dadas, caminhando lentamente e muito bem arrumados e graciosos.

Ele conversava com ela o tempo todo e ela apenas o olhava sem falar nada.

Logo eu reparei que ela tinha Alzheimer.

A refeição chegava e ele prontamente levantava-se e partia todos os alimentos no prato dela e ajeitava o guardanapo em tecido.

E assim ele fazia com todos os alimentos que chegavam.

Logo as lágrimas começaram a rolar pelo meu rosto e o meu marido perguntou:

O que houve?

E eu respondi: Você promete cuidar de mim dessa maneira?

E ele também começou a chorar.

Um casal que estava na mesa ao lado da nossa viu a minha emoção e comentou que eles também choraram pela mesma razão e nos contaram que ele era um Advogado de 75 anos e ela uma Arquiteta de 70 anos.

Acrescentaram que ele cuidava dela o tempo todo, dava banho na banheira por ela ter pânico de chuveiro e escolhia todos os dias os seus lindos trajes.

Ele jamais deixava de contar histórias para ela que amava ouvi-las, mesmo sem interagir.

O casal teve acesso a essas informações, porque ao passarem por eles a linda Senhorinha pediu um abraço e eles deram, e foi a partir desse momento que começaram a conversar com o Advogado.

Um dia eu assisti ao Filme:

“Diário de uma Paixão”.

Esse filme narra exatamente tudo isso que eu presenciei no Navio e que mexeu demais comigo.

O verdadeiro amor ultrapassa qualquer situação.

A cumplicidade.

O companheirismo.

O carinho.

Tudo isso é casamento.

Trago comigo a falta da oportunidade de tê-la abraçado.

Quem me conhece sabe que estou chorando...

Professora de Cerimonial Social.
Casamento e Emoção

 



ATENÇÃO NOIVOS

Informação importante para vocês.

Prezados Noivos:


Caso vocês queiram saber se o ou a Cerimonialista que estão contratando trabalha bem, se tem segurança no que faz, se sabe liderar uma equipe muito bem pontuada e distribuída no recinto, marque uma ida a uma Cerimônia Religiosa. 

Lá vocês terão a resposta para todas as suas dúvidas. Não tem como remendar um erro em uma Cerimônia. 

O que se vê hoje em dia são equipes que nem o nome dos Noivos eles sabem, usando como uniforme, indevidamente, Calça Legging para poder "correr" melhor dentro do ambiente. 

Não tem como errar a análise do verdadeiro profissionalismo quando se observa uma equipe em um momento como esse, pois não existe controle emocional quando não conhece todos os procedimentos. 

O que acontece é que todos ficam desastrados, sem rumo, sem noção, se um líder, inseguros e nulos de atitudes. 

O bom profissional tem que ser BOM em tudo que oferece e não através de fotos ou de folhas em revistas. Isso não e funcional e não mostra credibilidade. Insegurança é algo que não poderá acontecer em seu casamento.

Seja firme em sua escolha. Seja exigente em suas opções, sempre delineando com firmeza de que esse dia não tem retorno. 

Boa sorte em sua escolha.

Fica a dica.

Fátima Ziegler Dore
Cerimonialista
Professora de Cerimonial Social
Professora de Etiqueta e Postura
32 - 22342943 / 987263276

#amocasamentos
#fatimazieglercasamentos
AGORA INVISTA EM VOCÊ

CURSOS NA ÁREA DE CASAMENTOS

E NA ÁREA DE COMPORTAMENTO

 SOCIAL E EMPRESARIAL


CURSOS JÁ AGENDADOS PARA 2017 - COM FATMA ZIEGLER.

BELO HORIZONTE – 30 de janeiro de 2017 – Passo a Passo do Cerimonial Social com a Presença do Protocolo com Fatima Ziegler.


BRASÍLIA – 06 de fevereiro de 2017 – Passo a Passo do Cerimonial Social com a Presença do Protocolo com Fatima Ziegler.
Informações e Inscrições: MHF Assessoria em Treinamentos
(21) 4063-9510 – (11) 4210-0376


SÃO PAULO – 20 de fevereiro de 2017 – Cerimonial Corporativo com Fatima Ziegler.
Informações e Inscrições: MHF Assessoria em Treinamentos
(21) 4063-9510 – (11) 4210-0376
Solicite informações por e-mail - mfassessoriaemeventos@gmail.com
Whats 11-98172-8736 / faleconosco@operacaocasamento.com.br :) bit.ly/agendatraining17


SÃO PAULO - 14 de Fevereiro 2017 - Etiqueta e Postura
SÃO PAULO - 15 de Fevereiro 2017 - Cerimonial Avançado
Informações - Alessandra Mendonça
E-mail: alessandra@operacaocasamento.com.br


LIMEIRA - SP - 07 e 08 de Março de 2017
Etiqueta e Postura Social e Corporativa
HOTEL JWF - Limeira - SÃO PAULO.
Informações: Eliana Pedron
Telefones: 19 - 3038-3731

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

A EMOÇÃO QUE EU PRESENCIEI

Um momento emocionante que eu desejo dividir com meus alunos e amigos.


Vocês sabem que eu ganhei uma viagem de Navio com o meu marido, para comemorarmos os nossos 30 anos de casamento.

No restaurante as mesas eram separadas por famílias.

No segundo dia de nossa viagem, estávamos no Restaurante almoçando e me chamou a atenção à chegada de um casal, e eu comecei a prestar a atenção neles.

Sempre de mãos dadas, caminhando lentamente e muito bem arrumados e graciosos. 

Ele conversava com ela o tempo todo e ela apenas o olhava sem falar nada.

Logo eu reparei que ela tinha Alzheimer.

A refeição chegava e ele prontamente levantava-se e partia todos os alimentos no prato dela e ajeitava o guardanapo em tecido. 

E assim ele fazia com todos os alimentos que chegavam.

Logo as lágrimas começaram a rolar pelo meu rosto e o meu marido perguntou: 

O que houve? 

E eu respondi: Você promete cuidar de mim dessa maneira?

E ele também começou a chorar.

Um casal que estava na mesa ao lado da nossa viu a minha emoção e comentou que eles também choraram pela mesma razão e nos contaram que ele era um Advogado de 75 anos e ela uma Arquiteta de 70 anos.

Acrescentaram que ele cuidava dela o tempo todo, dava banho na banheira por ela ter pânico de chuveiro e escolhia todos os dias os seus lindos trajes.

Ele jamais deixava de contar histórias para ela que amava ouvi-las, mesmo sem interagir.

O casal teve acesso a essas informações, porque ao passarem por eles a linda Senhorinha pediu um abraço e eles deram, e foi a partir desse momento que começaram a conversar com o Advogado.

Um dia eu assisti ao Filme

“Diário de uma Paixão” 

Esse filme narra exatamente tudo isso que eu presenciei no Navio e que mexeu demais comigo.

O verdadeiro amor ultrapassa qualquer situação.

A cumplicidade. 

O companheirismo.

O carinho.

Tudo isso é casamento.

Trago comigo a falta da oportunidade de tê-la abraçado.

Fatima Ziegler
Professora de Protocolo Etiqueta e Postura
Professora de Cerimonial Social
21 - 22342943 / 987263276