MATÉRIAS

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

PALETÓ COM TODOS BOTÕES FECHADOS

Vamos começar a estudar um pouquinho sobre a história do último botão do paletó aberto. 

O homem que leva o "péssimo" crédito por ter começado essa errônea tradição é o Rei Eduardo VII, filho da rainha Vitória do Reino Unido (1841 – 1910) e do príncipe Alberto.

Ele reinou entre os anos 1901 e 1910, tinha verdadeira obsessão por roupas e era considerado por muitos como o primeiro ícone da moda masculina.

Além de batizar um dos períodos históricos mais bem-sucedidos em termos de desenvolvimento cultural na Europa, o Rei ainda lançou algumas modas conhecidas por nós até hoje. 

O “Smoking”, as barras dobradas em calças e o hábito de deixar o último botão do paletó aberto devido o tamanho de sua barriga, vamos dizer, graças a sua silhueta corpulenta, Eduardo VII deixava o último botão do paletó desabotoado para conseguir se movimentar e respirar. 

Infelizmente foi o que trouxe essa deselegância até os dias atuais, quando aguardamos a chegada de um novo Eduardo que mostre que essa moda não é nada elegante. 

Vamos ter esperanças!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário